Por: Erica Aparecida Garrutti-Lourenço e Marcio Hollosi

Este relato envolve o aprendizado da Língua Brasileira de Sinais (Libras) por licenciandos. É resultado de um projeto de extensão: A Literatura Infantil no Ensino da Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa na Educação de Surdos em Perspectiva Inclusiva (Prolie), realizado na Universidade Federal de Sao Paulo (Unifesp), Brasil, que pressupõe que o aprendizado dessa língua tendo a literatura infantil como campo lexical e uma forma simples e natural de construir conhecimentos sobre uma língua tão viva no contexto da interação com os surdos. Objetiva-se conhecer como a Libras é estudada por um grupo formado por 14 licenciandos e dois professores. Por meio da troca de experiências no grupo, o cronograma de atividades se baseia na pesquisa e análise de histórias infantis, preparação de roteiros das histórias em Libras e Português e levantamento de estratégias de contação.