Projeto Selecionado | Edital Videocamp 2018
1 Ir para o conteúdo 2 Ir para o menu
Contraste
aumentar o tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte

É com enorme alegria que anunciamos que FORGET ME NOT (NÃO ME ESQUEÇA) é o projeto selecionado no Edital Videocamp de Filmes – Edição 2018, em sua primeira versão internacional.

O projeto do diretor Olivier Bernier da produtora Rota6 Films baseada em Nova Iorque, Estados Unidos, receberá US$ 400 mil para a produção de um filme sobre Educação Inclusiva.

Forget Me Not” questiona, a partir da experiência pessoal do diretor – que descobriu, no momento do parto, que seu filho tinha síndrome de Down –, os desafios enfrentados por crianças com deficiência no contexto da educação pública.

O time de jurados (conheça clicando aqui) ouviu os finalistas no dia 12 de setembro por meio de um pitching virtual. Os realizadores dos cinco projetos finalistas demonstraram um olhar sensível na elaboração das propostas, com foco na ampliação da percepção social sobre os impactos positivos da inclusão para todos os estudantes. O que tornou a decisão muito difícil.

Acreditamos que o projeto escolhido está alinhado aos valores do Videocamp, e que o resultado será um filme importante para inspirar a mudança, com um potencial de transformar o olhar dos legisladores e do público para a educação inclusiva.

Queremos agradecer a participação e a confiança dos realizadores finalistas que estiveram conosco nesse processo e também a todos os proponentes dessa edição.

Seguimos.
Equipe Videocamp

Para saber as novidades e os próximos editais, acompanhe o Videocamp nas redes:

Projeto Selecionado

Não me
Esqueça
(Forget me Not)

  • Produtora: Rota6 Films
  • País: Estados unidos
  • Diretor: Olivier Bernier
Descrição da imagem: Foto retrato de um homem, o diretor Olivier Bernier, olhando para a câmera e sorrindo
Descrição da imagem: Foto retrato de um homem, o diretor Olivier Bernier, olhando para a câmera e sorrindo

“Como diretor, esta não é uma história que estarei contando - é uma história que estou vivendo. Quando eu era criança, eu não frequentei uma escola inclusiva. Eu nunca convivi com uma pessoa com deficiência intelectuaI e eu não estava preparado para a chegada do meu filho. Eu quero usar essa oportunidade para garantir que isso nunca aconteça com alguém novamente." Olivier Bernier, diretor